domingo, 6 de dezembro de 2009

PT DO MARANHÃO: OLIGARQUIA OU OPOSIÇÃO?

Os petistas maranhenses voltarão às urnas novamente neste domingo, 06, numa eleição interna para escolha do sucessor do deputado federal Domingos Dutra no comando do PT no Maranhão. Será uma eleição importantíssima, pois está em jogo a escolha do palanque das eleições de 2010.

Duas alas estão claramente definidas. De um Lado, concorre Raimundo Monteiro, ex-presidente da CUT e ex-superintendente do INCRA, apoiado pelo deputado Washington Luis de Oliveira que deseja levar o PT para os braços do grupo Sarney, numa composição com o PMDB. Do outro, Augusto Lobato, que conta com o apoio do atual presidente do Diretório Regional, deputado federal Domingos Dutra, do ex-candidato a senador Bira do Pindaré, do também sindicalista Rodrigo Comerciário, do deputado estadual valdinar Barros, dentre outras lideranças que defendem que o PT permaneça no campo das oposições ao grupo Sarney no Maranhão.

Se o vencedor for Monteiro, o PT poderá subir no palanque com o PMDB, PV, DEM, PTB e PP para apoiar os prováveis candidatos, Roseana para um quarto mandato ou o ministro das minas e energia Edson Lobão.

Nesse caso, o PT, além de contribuir em muito com o aumento no horário da propaganda da coligação ainda levará muitos petistas puxados pelo beiço para os braços da oligarquia que combateram durante a vida inteira.

Na hipótese da eleição de Augusto Lobato, o PT terá a chance de lançar candidatura própria e ainda oferecer alternativas para formação de duas fortes coligações no campo das oposições. Poderá se coligar com o PCdoB, do deputado federal Flavio Dino, com o PSB, do presidente da Assembléia Legislativa, Marcelo Tavares e do ex-governador José Reinaldo, com o PCB e outras siglas. Ainda nas oposições teria o palanque do PDT, do ex-governador Jackson Lago, com o PSDB dos prefeitos dos dois maiores colégios eleitorais do estado, João Castelo, de São Luis e Sebastião Madeira, de Imperatriz e do deputado federal Roberto Rocha, grande liderança da região sul do Estado e o PPS.

A sorte está lançada.

No primeiro turno, a ala do deputado Domingos Dutra elegeu a maioria dos delegados que serão responsáveis pela decisão sobre os rumos do PT no Maranhão.

Central de Noticias
Humberto Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário