terça-feira, 5 de outubro de 2010

'A OPOSIÇÃO DO MARANHÃO CONTINUARÁ A EXISTIR', DIZ FLÁVIO DINO

"Se ela foi eleita governadora, eu fui eleito oposição. A oposição continuará a existir".
Em entrevista coletiva concedida hoje no hotel Holiday Inn, o candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino, reafirmou a sua crença no campo da mudança política do Maranhão. Ele disse que, com a vitória da atual governadora Roseana Sarney em primeiro turno, fica reservado a ele e ao seu grupo politico o campo da oposição no Maranhão.

"Se ela foi eleita governadora, eu fui eleito oposição. A oposição continuará a existir e vai cumprir o seu papel, que é de acompanhar, fiscalizar e cobrar o cumprimento dos projetos do governo eleito", disse Flávio Dino, que afirmou ainda que esse campo político se manterá forte no estado. "Não há risco de rendição ou capitulação da esquerda no Maranhão", garaintiu, sob aplausos de lideranças políticas e de movimentos sociais que o acompanhavam.

Flávio Dino concedeu a entrevista coletiva acompanhado da candidata a vice-governadora, Miosótis; do presidente do diretório estadual do PPS, Paulo Matos; do ex-governador e candidato ao Senado pelo PSB, José Reinaldo Tavares; do coordenador geral da campanha, Márcio Jerry Saraiva Barroso, e dos deputados eleitos pela coligação Muda Maranhão Rubens Pereira Jr (PCdoB), Marcelo Tavares (PSB), Bira do Pindaré (PT) e Eliziane Gama (PPS).

Resultado

O candidato disse que se orgulha do resultado obtido nas eleições. Após a contagem final dos votos, Flávio Dino teve 859.402 votos, que representam 29,4% dos votos válidos no Maranhão. Ele lembrou que as eleições foram encerradas no primeiro turno por uma diferença inferior a um décimo. "É um resultado inédito no Maranhão e, até onde me lembro, em toda a história brasileira nas eleições para governador", comentou Flávio Dino. Ele lembrou ainda que a sua campanha foi feita em condições extremamente adversas, tanto na conjuntura nacional quanto estadual.

Flávio Dino disse ainda que a assessoria jurídica está analisando e avaliando o resultado das eleições, mas que até o momento, não há intenção de contestar os números do pleito. "Aceitamos o resultado, consideramos que este foi bom e desejamos boa sorte à governadora Roseana Sarney", disse.

Flávio Dino disse ainda que não se arrepende de ter disputado o governo do Estado. "Posso ir dormir em paz com a minha consciência e andar de cabeça erguida. É importante que o povo saiba que aqui há vencedores. Continuarei a ser um servidor do povo do Maranhão e do Brasil, um militante da Justiça sem perder a esperança", afirmou.

Assessoria do PCdoB

0 comentários:

Postar um comentário