terça-feira, 21 de dezembro de 2010

LULA E O PC DO B ABANDONAM FLÁVIO DINO


A fidelidade canina do deputado federal Flávio Dino (PC do B-MA), na Câmara Federal e na disputa pelo governo do estado do Maranhão, não foram suficientes para que ele pelo menos fosse ser lembrado para ocupar um cargo importante no governo Dilma. Um deputado considerado por todos os parlamentares federais da atual legislatura, como um dos melhores, senão o melhor parlamentar desta legislatura que está chegando ao fim. Mil vezes melhor e mais atuante do que a deputada federal Manuela D`avila (PC do B-RS), namorada do futuro ministro da justiça, o ainda deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP), que foi dada como a futura ministra do esporte de Dilma Rousseff.

O PC do B talvez seja o partido brasileiro mais pragmático. Do tipo que prefere abandonar os seus filiados a sua própria sorte, do que colocar em risco o já conquistado. Agora o que não dá para entender, é um político como Flávio Dino, com uma biografia brilhante, seja preterido dentro do seu partido, para que abra espaço para o ministro Dos Esportes, Orlando Silva que não tem história e muito menos biografia, se comparado ao deputado federal Flávio Dino. Algum Espírito de Porco deve argumentar dizendo: ai tem o dedo do donatário das capitanias do Maranhão e Amapá, o senador amapaense José Sarney. Essa tese não e de todas descabida.

Há mais de 25 anos José Sarney é o político mais poderoso do Brasil. Ele que juntamente com ACM e Roberto Marinho, formava um tripé, capaz de colocar e desapear do poder, qualquer político.

Blog Dom Severino ( severino-neto.blogspot.com) @domseverino

0 comentários:

Postar um comentário