quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

PROCON DO MA SERÁ TRANSFORMADO EM FUNDAÇÃO

Em 30 dias, a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) no Maranhão será transformada em fundação, com plena autonomia e vinculada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Cidadania (Sedihc). A decisão foi informada pela secretária da pasta, Luiza Oliveira, que responde interinamente pelo órgão.

“Desde que assumimos a secretaria, temos a preocupação em garantir o atendimento ao consumidor que procura o órgão. Tínhamos um sistema de informática que apresentava problemas, mas que já foi solucionado”, afirmou Luiza Oliveira, ao tratar sobre o apoio recebido da Secretaria Adjunta de Tecnologia da Informação (Seati).

Atualmente, o Procon passa por uma reestruturação, que engloba desde a mudança do espaço físico até a ampliação do sistema de informatização dos atendimentos, além de projeto para realização de concurso público, visando garantir uma gestão continuada do órgão.

“Diariamente, mantemos contato com a Seati sobre eventuais quedas no sistema, o que garante a rapidez na solução de problemas como esses que costumam acontecer com órgãos que atendem demandas tão elevadas, como o Procon. Para isso, já estamos planejando a realização de concurso público para efetivar uma gestão especializada no atendimento ao consumidor”, destacou a secretária de Direitos Humanos.

De acordo com Luiza Oliveira, o atendimento ao consumidor nunca foi interrompido, já que mesmo com os problemas enfrentados no sistema de internet, as demandas estavam sendo atendidas manualmente, para depois serem inseridas no Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (Sindec).

“Toda demanda recebida pelo Procon é integrada ao Sindec. Este é o padrão de atendimento no Brasil. O Maranhão nunca fugiu a essa regra e estamos trabalhando para garantir maior fluidez nesse processo e maior eficiência no atendimento”, destacou a secretária.

A secretária informou ainda que a ex-superintendente do Procon, Denise Gasparinho, continua compondo a equipe de trabalho da Sedihc. Ela assumiu o cargo de Superintendente de Proteção e Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania.

Fonte: JP

0 comentários:

Postar um comentário