sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

CARTAS DO ESTADÃO: DO IRÃ AO MARANHÃO

Que os ventos da revolução no Egito, navegando rapidamente em redes sociais, possam seguir a leste levar liberdade a Síria de Assad e por conseqüência ao Líbano e depois ao Irã dos aiatolás e até o Paquistão, ao Tibet e a praça celestial da China de liberdade econômica e atraso social e a Miamar, a até a Coréia do Norte.

Que os mesmos ventos possam seguir a Oeste passando pela Líbia, Argélia, Marrocos e chegando aos ditadores da África Negra e atravessando o atlântico chegando á Venezuela de Chaveak, ao pobre Haiti e Cuba dos Castro e em um ultimo arrobo ao Maranhão da família Sarneiak.

Que como em 1968 um vento de liberdade possa correr o mundo provocando que não experimentou a liberdade e a opção democrática de viver encerrando as carreiras de ditadores de centro, direita e esquerda.

Márcio M. Carvalho mmcoak@hotmail.com
Bauru / São Paulo

0 comentários:

Postar um comentário