domingo, 27 de fevereiro de 2011

DETENTOS ASSASSINADOS NO SISTEMA PRISIONAL SOMAM 52 EM 14 MESES

As 24 mortes nas rebeliões de Pedrinhas e Pinheiro ‘engordaram’ os números apurados pela Ouvidoria de Segurança do estado.
Um relatório da Ouvidoria de Segurança Pública do Maranhão – ao qual o Jornal Pequeno teve acesso – revela que 52 presos foram assassinados sistema penitenciário do estado, de janeiro de 2010 até o último dia 25, data do homicídio mais recente, que vitimou Josué Salazar de Sousa, morto a chuçadas na Casa de Detenção, em Pedrinhas.


O relatório, assinado pelo ouvidor José de Ribamar de Araújo e Silva, mostra que as mortes dentro das prisões maranhenses mais do que dobraram em 2010, em relação a 2009. Foram 42 homicídios em 2010 contra 20 em 2009. Os números de 2010 certamente foram “engordados” pelos 18 detentos assassinados em 8 de novembro, na rebelião no anexo do Presídio São Luís, em Pedrinhas.

No ano de 2008, 25 presos foram mortos. E apenas nesses dois primeiros meses de 2011, 10 detentos já foram assassinados por outros presos – três deles decapitados na rebelião ocorrida na carceragem da Delegacia Regional de Pinheiro, no último dia 7, que resultou em 6 mortes.

Todos esses números e outros dados do relatório da Ouvidoria de Segurança Pública do Maranhão já chegaram às mãos do secretário Aluísio Mendes nesta semana.

Veja a seguir a relação dos presos assassinados no sistema prisional do Maranhão em 2010 e 2011.

2010 (42 mortes):
Fernando de Jesus Silva Leitão; Alessandro Oliveira Freitas; Denis Charles Serra (“Dinho”); Orleans Martins de Oliveira (“Nenzinho”); Alessandro Oliveira; Eloísio Silva dos Santos; Alex Melo Castro; Edmilson Gomes; Raimundo Nonato Ribeiro (“Malaca”); Daniel Silva Azevedo (“Mamãezona”); Edmilson das Chagas Pereira; Rony Santos de Jesus (“Mutombo”); Idavilson Lima Xavier (“Cara de Bruxa”); Márcio Roberto Silva (“Pimpolho”); Márcio Sousa Santos; José Francisco Simas da Silva Filho (“Jhemes”); Alex dos Santos Boaes; Edmilson Santos Silva Júnior (“Bisteca”); Amaury Soares de Sousa; Jardeon da Cunha Santos (“Deon ou Bacabal”); Jeová Pereira da Silva; Júlio César Brito Gomes (“Corujito”); Levy Vieira da Silva; José Ricardo Vieira Pereira; Cleiton Costa Soares “Quequê”; Régis Ângelo da Silva (“Banjo”); José Francisco de Sousa (“Chiquinho”); José Ribamar dos Santos Filho (“Dragão”); Milson Silva de Carvalho (“Skipe”); José Antônio Ribeiro (“Bigode”); Eromar de Sousa Ferreira; Isaquiel Barbosa de Miranda; Eriedson de Jesus Santos (“Guaguinho”); Romuel Antonio Sousa Santos (“Bruce Lee”); Francisco Wellington Pinto da Silva; Ramon dos Santos Cruz; Getúlio Vieira da Conceição Filho (“Pará”); José de Ribamar Nascimento Sousa (“Coração de Leão”); Marcos Antônio Nascimento de Jesus; Raimundo Nonato Sousa Lima (“Nenê ou Guri”); Joabson Soares França; e Cláudio Soares Costa “Louro ou Caçula”.

2011 (10 mortes):
Luís Neves Fontes; José Agostinho Bispo Pereira; Paulo Sérgio Cunha Pavão; Alexsandro de Jesus Costa Pereira; José Ivaldo Brito; Jorge Luís de Sousa Moraes; Raimundo Nonato Soares Mendes (“Pampo”); Antônio Ismael da Conceição; Egilson Mendonça Araújo; e Josué Salazar de Sousa.

Fonte: Jornal Pequeno

0 comentários:

Postar um comentário