quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

MA SERÁ UM DOS PRINCIPAIS PRODUTORES DE GÁS

Produção de gás natural do Brasil bateu recorde em 2010.

O Brasil fechou o ano de 2010 com índice recorde na produção de petróleo e gás. Somente no mês de dezembro do ano passado o país produziu 2,18 milhões de barris de petróleo por dia (bbl/d) e 69 milhões de metros cúbicos de gás por dia (m³/d), macas nunca antes atingidas. O Maranhão ainda não aparece na lista dos produtores de petróleo e gás, mas após a descoberta da reserva de gás no município de Capinzal do Norte no mês de agosto de 2010 o estado deve aparecer como protagonista do setor nos próximos anos.

Os dados do Boletim da Produção de Petróleo e Gás Natural divulgado no início desta semana pela Superintendência de Desenvolvimento e Produção da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) revelaram índices recordes. A produção de petróleo no último mês do ano passado foi 4,4% maior que a registrada no mês anterior. Se comparada com o mês de dezembro de 2009 o aumento é ainda mais significativo: 9,1%.

Mesmo sem o início da exploração do gás natural encontrado no município de Capinzal do Norte, interior do Maranhão, a produção dessa riqueza também foi recorde no Brasil no ano passado, principalmente no último mês. Os 69 milhões de metros cúbicos de gás produzidos por dia em dezembro de 2010 representa uma quantidade 4,5% maior que a produzida em novembro do mesmo ano. Já na comparação com o mês de dezembro de 2009 o aumento foi de 14,5%.

A OGX, empresa do grupo comandado pelo empresário Eike Batista, que encontrou a reserva de gás natural no Maranhão e é responsável por explorá-la, investiu R$ 59 milhões na prospecção de poços na região e agora está em fase de conclusão dos estudos técnicos, que devem requerer mais um investimento de R$ 56 milhões. A exploração comercial do gás em Capinzal do Norte deve demandar a aplicação de R$ 600 a R$ 700 milhões.

Com capacidade de 10 a 15 trilhões de pés cúbicos de gás, a reserva pode fazer do Maranhão o maior produtor dessa riqueza logo que começar a ser explorada. Quem lidera a lista atualmente é o estado do Rio de Janeiro, que produz mais de 40% de todo o gás brasileiro. Em segundo lugar vem o estado do Espírito Santo (18,6%) e em terceiro o Amazonas (15,9%).

A produção do pré-sal em dezembro de 2010 também superou a do mês anterior, com 65,2 mil barris de petróleo por dia e 2,312 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural. Em novembro do mesmo ano a produção foi de 63,7 mil bbl/d de petróleo e de 2,301 milhões m³/d de gás natural.

O boletim da ANP também destacou que em dezembro de 2010 houve redução de aproximadamente 11,4% na queima de gás natural em relação ao mesmo mês de 2009 e de 2% em comparação a novembro de 2010. O Índice de Utilização de Gás Natural, considerando-se apenas concessões na Fase de Produção, foi de 92,27%.

Marcela Mendes

O IMPARCIAL!

0 comentários:

Postar um comentário