sábado, 26 de março de 2011

OBRA DO AEROPORTO DE SLZ/MA TRANSFORMA ÁREA EXTERNA EM SALA DE ESPERA

Com problemas no teto, Infraero no Maranhão precisa improvisar para receber passageiros

O aeroporto internacional Marechal Cunha Machado, em São Luís, foi parcialmente interditado nesta quinta-feira à noite para recuperação do telhado do terminal de passageiros que tinha risco de desabamento.
 Foto: Wilson Lima/iG
Sala de espera do aeroporto de São Luís é improvisada no estacionamento

Com a interdição parcial, o saguão de embarque foi transferido para o estacionamento do setor administrativo da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) e o check in está sendo realizado na área onde antes era a recepção da administração do aeroporto. A área de raio-x e as salas de desembarque também foram transferidos. O acesso principal do aeroporto foi fechada e, apesar da interdição parcial, nenhum vôo foi cancelado até o momento.

Hoje, quem embarca de São Luís está protegido apenas por tendas improvisadas. Mas, segundo a Infraero, será instalado um sistema estruturado – como os de eventos e exposições – com climatização, assentos, sanitários e esteiras de restituição de bagagem para embarque e desembarque. Essa estrutura, com 900 metros quadrados, deve ficar pronta em até 10 dias. “Sabemos dos transtornos, mas isso é temporário”, declarou o superintendente da Infraero em São Luís, Hildebrando Corrêa. “Tudo está improvisado e não é possível que chegamos a esse ponto”, reclama a consultora Eudeth Costa, de São Paulo, que estava há duas semanas trabalhando em São Luís.

Relatório da Infraero apontou que o telhado do terminal de passageiros de São Luís corria o risco de desabar em função das fortes chuvas que castigam a capital maranhense desde o início do ano. Agora, estão sendo realizados serviços emergenciais de estabilização da estrutura e depois todo o telhado será recuperado. Essas obras devem durar aproximadamente 150 dias.

Ainda segundo a Infraero, nestas intervenções também ocorrerá a climatização do aeroporto Marechal Cunha Machado. A climatização terá custo de R$ 1,3 milhões.

Wilson Lima, iG Maranhão

0 comentários:

Postar um comentário