quinta-feira, 10 de março de 2011

MPE COBRA DA SUZANO DIVULGAÇÃO DE CURSO

A falta de divulgação do curso técnico de celulose e papel, em Imperatriz, a ser ministrado gratuitamente pelo IFMA, visando preparar mão de obra à fabrica Suzano Papel e Celulose, leva a Promotoria Especializada de Meio Ambiente e Educação da comarca, a realizar audiência extrajudicial com diretores da fábrica.

A audiência foi realizada na quinta-feira,3, por provocação do promotor Jadilson Siqueira, para discussão sobre a deficiência de ampla divulgação do curso a todos os 21 municípios da região tocantina, os quais serão impactados com o projeto de implantação e industrialização de eucaliptos.

Participaram da audiência os diretores da Suzano, sr. Ilques Sandes Melo, a sra. Elizabeth Silva e o sr. Carlos Paiva. Segundo o promotor de Justiça a empresa reconheceu a irregularidade e se comprometeu em providenciar imediatamente a ampla divulgação do processo seletivo em todos os municípios da região tocantina, além da possibilidade de prorrogação do prazo de inscrição em razão do período de carnaval.

Prorrogação - Em reunião realizada na sexta-feira(04), desta vez com o diretor do IFMA Francisco Alberto Gonçalves, o promotor Jadilson Siqueira, argumentou solicitando a prorrogação do prazo de inscrição em mais 5 dias corridos, o que foi prontamente atendido pelo diretor do IFMA campus Imperatriz. Sendo assim, as inscrições que se encerrariam no próximo dia 11, foram estendidas até o dia 16/03.

O curso, cuja fraca divulgação e prorrogação de prazo de inscrição foi alvo das reuniões, é o primeiro sobre celulose e papel a ser realizado na região. De acordo com o promotor são oferecidas 320 vagas para candidatos com idade mínima de 18 anos e ensino médio completo. As inscrições iniciaram no dia 28/02 e iriam até o dia 11.03, com a intervenção do Ministério Publico o prazo foi prorrogado por mais 5 dias e terá mais divulgação. As inscrições devem ser feitas pelo site www.ifma.edu.br .

CCOM-MPMA

0 comentários:

Postar um comentário