sábado, 12 de março de 2011

VÍTIMAS DAS CHUVAS NO MA SE ABRIGAM EM ESTÁBULOS

Nas enchentes de 2009, Justiça decidiu que os locais não poderiam abrigar pessoas por falta de condições de higiene

Estábulos de um parque agropecuário estão sendo utilizados como abrigos para as vítimas das enchentes na cidade de Bacabal, distante 258 quilômetros da capital do Maranhão, São Luís. Pelo menos 170 famílias foram alojadas no local, segundo a Defesa Civil do município. Somente em Bacabal, 1.810 pessoas tiveram de deixar as suas casas por causa da subida águas ou perderam, definitivamente, suas residências, destruídas pelas enchentes. 

Em todo o Maranhão, já são 11,7 mil pessoas fora de casa por causa das inundações nas bacias dos rios Mearim, Itapecuru, Tocantins e Parnaíba. São consideradas desabrigadas as pessoas que estão em alojamentos públicos. Os desalojados são aqueles que foram para a residência de amigos ou parentes.

As condições de higiene e de segurança no parque de exposições de Bacabal estão longe do ideal, conforme informações de moradores. A água é escassa e a iluminação do local, ruim. São espaços pequenos, sem teto, protegidos apenas com lonas de plástico, com banheiros improvisados. “Não existem cavalos hoje no local. Os cavalos e bois ficam apenas no período da Expoaba (Exposição Agropecuária de Bacabal). Hoje, no lugar dos animais, estão os desabrigados”, disse Jonhson Santos, morador de Bacabal.

Essa não é a primeira vez que estábulos são utilizados como abrigos em Bacabal. Em 2009, esse mesmo parque agropecuário foi transformado em alojamento. O local, entretanto, foi interditado pelo então juiz da 1ª Vara de Bacabal, Osmar Gomes dos Santos, por falta de condições de higiene. Na versão dos moradores, as condições de higiene hoje são as mesmas de dois anos atrás.

Até agora, Quatro municípios no Maranhão já decretaram situação de emergência: Trizidela do Vale, Bacabal, Igarapé Grande e São Luís Gonzaga do Maranhão. Em Trizidela do Vale está o maior número de desabrigados ou desalojados: 6,3 mil. Com a cheia do rio Mearim na região de Bacabal (hoje ele já está 7 metros acima do normal), Bacabal já é o município do Estado com o segundo maior número de pessoas fora de casa. Imperatriz, Pedreiras, Arari, Cantanhede, Itapecuru-Mirim, Pirapemas, Timon e Vitória do Mearim foram as outras cidades do Estado atingidas pelas inundações.

 Wilson Lima, iG Maranhão

0 comentários:

Postar um comentário