quarta-feira, 15 de junho de 2011

MARANHENSES QUEIMAM OBRA EM SP POR NÃO SEREM PAGOS

De acordo com o site paulista epribeirao.com.br, da cidade de Ribeirão Preto, cerca de 15 trabalhadores maranhenses, que prestavam serviços em uma obra no município, protestaram, na tarde desta terça-feira (14), contra atraso nos pagamentos. Segundo os pedreiros, o empreiteiro responsável pelo grupo teria recebido R$ 28 mil e fugido sem repassar o dinheiro a eles.

Um dos lesados, o pedreiro Raimundo Nonato Abreu, revelou que além de não receberem o dinheiro, eles terão que sair do alojamento onde estão hospedados sem direito a nada.

Manifestação
Apesar de os funcionários e os seguranças da construtora não permitirem o acesso dos trabalhadores, eles invadiram a obra e atearam fogo em pedaços de madeira. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu controlar o protesto.

Explicação

O empreiteiro Cláudio Cordeiro foi encontrado pela polícia paulistana e negou que estava fugindo com o dinheiro. Ele disse que pagou o grupo de trabalhadores, mas os pedreiros não teriam assinado os recibos.

Representantes dos trabalhadores e o empreiteiro foram encaminhados para o 3º Distrito Policial de Ribeirão Preto, que investigará o caso.

Com informação do Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário