domingo, 3 de julho de 2011

CONCORRA A BONS SALÁRIOS EM DOIS CONCURSOS NO MA

A Petrobras lançou um novo concurso público com 587 vagas. Desse total, 439 são de nível de ensino médio ou técnico, com salário inicial entre R$ 1.801,37 e R$ 2.615,86. Outras 148 são para quem tem curso superior, com remuneração inicial que varia de R$ 5.770,31 a R$ 6.217,19. Há vagas para o Maranhão.

A empresa oferece, também, benefícios como auxílio-creche, complementação educacional, assistência médica e odontológica. A inscrição poderá ser feita entre 12 e 31 de julho e custa R$ 30 para cargos de nível médio e de R$ 45 para os superiores.

Os candidatos aprovados serão lotados em 15 estados brasileiros - Rio de Janeiro, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Amazonas, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Espirito Santo, Minas Gerais, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e São Paulo - e no Distrito Federal.

Também há vagas classificadas como nacionais. Neste caso, o concorrente poderá ocupar a função em qualquer unidade da estatal no país.

O edital oferece 21 cargos para quem concluiu o curso superior nas áreas de Direito, Biologia, Análise de Sistemas, Arquitetura, Assistência Social, Contabilidade, Odontologia, Geografia, Geologia, Nutrição, Química e Engenharias. As outras 25 funções são destinadas àqueles que terminaram o ensino médio ou técnico.

A seleção será feita em três etapas. Além da prova objetiva, os candidatos farão avaliação psicológica e exames médicos. Quem disputa o cargo de inspetor de segurança interna júnior tem ainda uma quarta fase. Ele terá que passar também por um teste de capacitação física. Para a função de advogado, há ainda prova discursiva. Os interessados devem acessar o site www.cesgranrio.org.br.

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas em 28 de agosto em Aracaju (SE), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza(CE), Goiânia (GO), João Pessoa(PB), Macaé (RJ), Maceió(AL), Manaus (AM), Mauá (SP), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Santos (SP), São José dos Campos (SP), São Luís (MA), São Mateus do Sul (PR), São Paulo (SP), Três Lagoas (MS) e Vitória (ES). O prazo de validade do concurso é de seis meses, contando da data de publicação do edital, e pode ser prorrogado pelo mesmo período.

TRF1 tem 29 vagas
para juiz federal
O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) abriu ontem mais um concurso para juiz federal substituto. Ao todo, são oferecidas 29 vagas, sendo 5% delas para deficientes. Tam,bem há vagas para o Maranhão.
Os aprovados serão lotados nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins. O salário inicial para a função é de R$ 21.766,16.

Os candidatos precisam ter o diploma de Direito e comprovar, pelo menos, três anos de prática jurídica para participar da seleção. A inscrição vai até 31 de julho e a taxa é de R$ 160.

O concurso é composto de cinco etapas. Os concorrentes passarão por prova objetiva - que ocorrerá em 16 de outubro -, duas provas escritas, prova oral e avaliação de títulos. Também serão submetidos à investigação da vida pregressa e social e exame de sanidade física, mental e psicotécnico. A participação do candidato em cada etapa dependerá da aprovação na anterior.

As inscrições já estão abertas e devem ser feitas no site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), organizadora do certame: www.cespe.unb.br, ou em postos de atendimento nas cidades de atuação: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Boa Vista (RR), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Goiânia (GO), Macapá (AM), Manaus (AM), Palmas (TO), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Salvador (BA), São Luís (MA) e Teresina (PI). As demais etapas serão realizadas apenas na capital federal.

NUMERALHA
R$ 21.766,16 é o salário inicial para juiz federal do TRF1

Refinarias autorizadas
Apesar das indefinições em torno do plano de investimentos da Petrobras nas suas refinarias, o Ministério de Minas e Energia já autorizou a construção e reforma de projetos na área. Na quinta-feira, o Diário Oficial da União (DOU) trouxe uma série de portarias assinadas pela pasta, que enquadram planos para as novas refinarias Premium I, no Maranhão, e II, no Rio Grande do Norte. A publicação também define critérios para a ampliação da capacidade da refinaria Lubnor, no Ceará, e a modernização da refinaria Isaac Sabbá, no Amazonas. O próprio ministro Edison Lobão pressiona para que os cortes do orçamento da estatal poupem os projetos de novas unidades no Nordeste.

Com informações do Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário