sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

MA TEM 14 DAS 56 CIDADES MAIS POBRES DO BRASIL, CONFIRA

Esta semana o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os números relativos ao Produto Interno Bruto (PIB) per capita dos municípios brasileiros. O Maranhão se destacou com alguns índices negativos com 14 dos 56 municípios de menor PIB por pessoa, perdendo apenas para o Piauí, que teve 17 municípios com o menor Produto Interno Bruto per capita.

No ranking brasileiro, o município de São Vicente Ferrer ocupou o último lugar entre os municípios com o menor PIB per capita, com o valor de R$ 1.929,27 por pessoa.

O IBGE apontou alguns fatores que foram determinantes para essa colocação.Segundo as informações, São Vicente Ferrer perdeu 77,6% da quantidade produzida e 83,4% do valor total bruto da produção de mandioca no município, em razão dos estragos provocados pelo intenso período chuvoso que assolou o Maranhão em 2009.

Diferente do cenário de São Vicente Ferrer, alguns municípios brasileiros, como São Francisco do Conde, na Bahia, e Porto Real, no Rio de Janeiro, estando em posições de destaque favoráveis, ocupando a primeira e segunda colocação, respectivamente, no ranking brasileiro.

Isso se deve ao fato de que essas duas cidades abrigam grandes indústrias em seus territórios. O município baiano, por exemplo, possui a segunda maior refinaria em capacidade de refino do país; a cidade fluminense, por sua vez, possui uma grande indústria automobilística.

Entretanto, O IBGE alerta que a geração de riquezas, por meio Produto Interno Bruto, dividida pela população residente pode não ser indicativo real do rendimento dos moradores. Em nota, o IBGE explica que "é relevante salientar que nem toda renda gerada no município foi apropriada pela população residente, visto que a geração da renda e o consumo não são necessariamente realizados em um mesmo município".

Confira os municípios que foram destaque na pesquisa e entenda o porquê:
-O município de Triunfo (Rio Grande do Sul), pertencente à Região Metropolitana de Porto Alegre, era sede de um polo petroquímico importante.
-Confins (Minas Gerais) ganhou posição desde 2005 com a transferência da maior parte dos voos do aeroporto em Belo Horizonte para o aeroporto internacional situado no município.

-Louveira (São Paulo) concentrava centros de distribuição de grandes empresas.
-Jambeiro (São Paulo), localizado próximo ao município de São José dos Campos (São Paulo) e demais cidades do médio Vale do Paraíba e do litoral norte, tem sua base econômica integrada a esses municípios, e nele se destacaram, em 2009, os setores de fabricação de produtos de metal e indústria alimentícia.
-O município de Alto Horizonte (Goiás) produziu e beneficiou sulfeto de cobre.

-No município de Campos de Júlio (Mato Grosso), a economia estava concentrada na produção agrícola de soja (em grão) e milho (em grão).

-No município de Araçariguama (São Paulo) havia importante indústria siderúrgica.
-Anchieta (Espírito Santo) caracterizava-se pela pelotização e sinterização de minério de ferro.

Com imformações do Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário