terça-feira, 20 de dezembro de 2011

MEC DEVE ANULAR QUESTÕES DE MAIS ESTUDANES NO ENEM

Ministério da Educação, informou nesta terça-feira que pode ampliar a quantidade de estudantes com questões anuladas no último Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), caso um inquérito da Polícia Federal aponte que vazamento já constatado no Ceará tenha sido mais amplo do que o levantado até agora.

A previsão é que o inquérito seja concluído ainda neste ano.

Por enquanto, foram anuladas 14 questões para 639 alunos do Colégio Christus, de Fortaleza (CE). Esses estudantes tiveram contato com essas questões semanas antes do exame nacional, durante um simulado.

Segundo a PF, um professor da instituição copiou dois cadernos de prova quando o ministério aplicou um pré-teste para alunos do colégio há um ano.

O Ministério Público Federal do Ceará afirma que o vazamento de questões não beneficiou apenas os 639 alunos do último ano do ensino médio do Colégio Christus. Segundo o órgão, o MEC tinha a informação de que as questões suspeitas foram transmitidas também para alunos do cursinho pré-vestibular e para um outro colégio da mesma rede.

O procurador Oscar Costa Filho, que investiga o vazamento na esfera cível, afirmou àFolha que o Inep (órgão ligado ao MEC responsável pelo Enem) encaminhou à Polícia Federal um ofício no dia 10 de novembro questionando se outros alunos da mesma rede do colégio de Fortaleza tiveram acesso às questões que vazaram. Segundo a Ministério Público, a resposta foi afirmativa.

Com informações da Folha d SP 

0 comentários:

Postar um comentário