quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

“SARNEY É BANDIDO O LUGAR DELE É NO INFERNO”, DUTRA

O deputado federal Domingos Dutra (PT) tornou voltar sua carga contra o presidente do Senado, José Sarney, e a governadora Roseana Sarney, durante o Encontro das Oposições realizado no último sábado em Pedreiras. Veja o vídeo clique:
Em um discurso bastante inflamado, Dutra disse que não entende como o senador José Sarney está há mais de cinco décadas no comando do Estado, quando, segundo ele, vários ditadores no mundo já foram depostos e mortos.

“No Egito a população derrubou o Mubarak [ex-presidente Hoznu Mubarak] que tinha 30 anos de poder no Egito; no Iraque o Saddam [Hussein, ex-presidente do Iraque] foi derrubado e está morto; Kadafi [Muammar Kadafi, coronel que liderou a Líbia durante 42 anos] foi derrubado e está morto. E aqui, José Saddam Mubarak Kadafi Sarney está há 55 anos e ainda debocha da nossa cara”, afirmou.

De acordo com Dutra, a permanência da oligarquia Sarney no comando do poder central no Maranhão se deve, em grande parte, a desunião das oposições maranhenses. Mais adiante, o petista, em dado momento do seu pronunciamento, chama o presidente do Senado de ladrão.

“Não pode ser só por competência do Sarney, não é só porque ele é bandido, não é só porque ele não tem identidade e se agarra em qualquer presidente da República, não é só por isso não, o Sarney manda aqui porque a nossa oposição não tem tido competência para derrotar a oligarquia”, disparou Domingos Dutra, bastante aplaudido pelos presentes.

Na avaliação do petista, o melhor nome das oposições para derrotar a oligarquia Sarney na eleição para o governo do Estado é o do presidente da Embratur, Flávio Dino. Na oportunidade, Dutra conclamou Dino a coordenar o processo eleitoral nos municípios maranhenses nas eleições deste ano como forma de preparação para o pleito de 2014. No final, o deputado, em tom bem mais exaltado, disse que o lugar de José Sarney é no inferno.

“Nós temos aqui o Flávio Dino, não há outro nome para disputar 2014, a não ser que eu ganhe na loteria e vá ser candidato. Cabe a nós ter a maturidade para coordenar esse processo eleitoral de tal forma que em 2014 a gente possa de uma vez por todas dizer: vai pra o inferno futi, é lá o teu lugar”, finalizou.

Do Blog do John Cutrim

0 comentários:

Postar um comentário