segunda-feira, 19 de março de 2012

Ex-aluna sofre tentativa de homicídio por Professor de Biologia em São Luís

A Delegacia do Maiobão está investigando um suposto caso de tentativa de homicídio. O professor de Biologia, Arílson Pereira, de 38 anos, é acusado de dopar e tentar matar uma jovem de 21 anos, que é sua ex-aluna.

De acordo com informações, no dia 5 de março, Arílson convidou a vítima para beber. Ela tomou duas doses de uísque e só veio acordar dois dias depois. Quando acordou apresentava marcas de violência no pescoço e perfurações pelo corpo.

Além disso tinha vários hematomas, inclusive os olhos estavam roxos - sinais de agressão física. A jovem deu parte do professor na polícia. Após a denúncia, foi pedido a prisão preventiva de Arílson, que está detido na delegacia do Maiobão, para mais investigações.

Caso
Os dois começaram a ter um caso quando ela tinha 16 anos. A garota estudava na Escola Erasmo Dias, localizada no Maiobão, em Paço do Lumiar. Quando o pai dela ficou sabendo da relação amorosa entre os dois, procurou o conselho tutelar em 2007 e acusou o professor de biologia de abuso sexual. A jovem ainda confirmou que tinha um caso com Arílson, fato que o professor negou.

Na época ele tinha 33 anos e era casado. Fruto do relacionamento dos dois, nasceu uma criança que tem hoje quatro anos. O pai dela a presenteou com uma casa na Vila Nazaré. Quando ela foi morar sozinha, o professor e a jovem começaram a se reaproximar, até que ele tentou dopá-la e matá-la.

Do Imparcial  

0 comentários:

Postar um comentário