sexta-feira, 23 de março de 2012

O estado do Maranhão é único com menos de uma linha celular por pessoa

De acordos com dados divulgados na última segunda-feira (19) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Maranhão é o único estado brasileiro com menos de uma linha móvel ativa por habitante. Por outro lado, todo o restante do país mostra indicadores contrários: em fevereiro de 2012 foram registrados mais de 247 milhões de linhas ativas na telefonia móvel, criando uma teledensidade (números de linhas) de 126,4 para cada 100 habitantes.
Tabela da Anatel (Foto: Divulgação)
O índice de teledensidade é o indicador utilizado internacionalmente para demonstrar o número de telefones em serviço em cada grupo de 100 habitantes. A estatística é um importante dado para mensurar e comparar diferentes municípios, estados e países, verificando as possibilidades de crescimento do mercado. Além disso, a informação da Anatel é usada pelas operadoras para novos investimentos em ampliação da estrutura atual de telefonia.

Apesar do baixo índice, o Maranhão foi o estado que apresentou maior crescimento de teledensidade em fevereiro, alcançando a marca de 2,70%, sendo seguido pelo Acre (115,92) 1,80%; Rondônia (137,22) 1,80%; Amapá (129,88) 1,38%; e Piauí (105,64) 1,37%.
Surpreendendo as estatísticas no campo contrário, o estado de São Paulo ficou em segundo lugar no ranking, perdendo para o Distrito Federal, com 2,17 acessos por habitante.

Tech Tudo

0 comentários:

Postar um comentário