quarta-feira, 14 de março de 2012

Quadrilha que fraudava vestibular de medicina no MA foi presa pala PF

A Polícia Federal (PF) prendeu 15 pessoas nesta terça-feira em uma operação para desarticular uma organização criminosa que fraudava vestibulares de medicina em cinco Estados. De acordo com a PF, todos os mandados de prisão foram cumpridos e entre os objetos apreendidos com o grupo estava um ponto eletrônico que seria utilizado para a comunicação com os candidatos. 

A fraude foi descoberta em 13 vestibulares promovidos por instituições privadas de ensino nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Piauí, Maranhão, Goiás e Mato Grosso. Segundo a PF, a organização contava com três grupos para operar o esquema: o primeiro cooptava os vestibulandos; o segundo se encarregava de treiná-los no uso do ponto eletrônico e o terceiro seria composto por especialistas em diferentes disciplinas que resolviam a prova em suas áreas e informavam as respostas a um comando central, que as repassava para os alunos.

Os suspeitos foram presos nas cidades de Jaú (SP), Ituverava (SP), Rio Grande (RS), Jataí (GO), Goiânia (GO), Marabá (PA), Teresina (PI), Lauro de Freitas (BA), Porto Nacional (TO) e Gurupi (TO). Os presos responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de formação e quadrilha e estelionato, cujas penas somadas podem atingir de 2 a 8 anos de prisão. Os alunos que se beneficiaram da fraude responderão por crime de estelionato.

Com informações da Central de Notícias

0 comentários:

Postar um comentário