quinta-feira, 22 de março de 2012

Sem Jackson o Maranhão é um deserto, sua luta faz renascer a esperança

Hoje, militante pedetista timonense, você conseguirá entender que o segredo da existência não é o quanto se vive, mas para o que se vive. Jackson viveu para honrar os maranhenses, unir as oposições e revelar para todos “QUE UM OUTRO MARANHÃO É POSSÍVEL”. De uma geração de grandes líderes lutou contra ditaduras e oligarquias, sempre a favor da legalidade. Sua posição de resistência e sua competência alavancaram o nosso PDT maranhense, entusiasmando vários jovens que se fizeram políticos em seus municípios. Veja vídeo documentário com JACKSON LAGO
E foi inspirado no programa e no estatuto do Partido que ele ajudou a criar assinando a Carta de Lisboa, que o PDT de Timon, desde 88, participando diretamente das disputas eleitorais, foi juntando cada vez mais gente, intensificando a convivência com Jackson. Em 90, patrocinamos o lançamento da Candidatura ao Governo, Chico Leitoa a Deputado Estadual e Neiva Moreira a Federal. Em 92, mesmo empenhado em sua sucessão em São Luis, Jackson se fez presente em Timon, e no último dia de apuração, fez questão de assistir juntamente com dona Clay, a contagem da última urna de lona, e conviveu com Timon nossa primeira vitória. Foi um dia de glória, e fomos todos a pé do local da apuração até um palco improvisado na praça São José. Fizemos um governo sintonizado com Jackson e em 94, praticamente só Timon, na condição de governo municipal, apoiou a primeira Candidatura de Jackson ao governo do Estado. Em 96, depois de eleger o sucessor, Timon se juntou a São Luis no segundo turno, com aproximadamente 100 militantes que em dez dias de intensa campanha, ajudamos a vencer. Depois de uma rápida passagem pelo congresso nacional, em 2001 retornamos ao governo municipal, coincidindo com a reeleição de Jackson em São Luis, logo no primeiro turno. Em 2002, numa eleição que o tapetão impediu Jackson de disputar o 2º turno, o PDT de Timon produziu o Deputado Federal mais jovem do País. Finalmente, em 2006, com participação decisiva de Timon, que no 2º turno tivemos que enfrentar até a presença física de Lula que sempre teve nosso apoio, agora dono de uma popularidade invejável, veio nos combater em favor de quem antes o desprezava. Mesmo assim Jackson venceu, Como primeira e valiosa medida, Jackson deu a Timon a condição de Unidade Regional Administrativa, desvinculando de Caxias. Implantou a tão reclamada Defensoria Pública. Timon viu de maneira muito forte a presença do Governo Jackson, no hospital, nas escolas, na pavimentação de ruas, nas estradas vicinais, nas pontes, na MA 040, e claro no nosso Centro de Juventude, obra marcante que Jackson só viu plenamente concluído depois da infame cassação. Mesmo assim, deixou garantidos recursos para seu funcionamento durante todo ano de 2009. Em 2010,a Justiça eleitoral conseguiu fragilizar a candidatura de Jackson e num jogo combinado, somente depois que terminou o horário gratuito, o TSE descobriu que o Jackson é ficha limpa. Apesar das muitas dificuldades enfrentadas por Jackson Maranhão a fora, o povo de Timon participou ativamente da campanha, tendo como ponto alto, 7 de setembro de 2010, onde mais da metade de nossa população participou daquele ato inesquecível. Era a última visita em vida, do nosso querido Jackson. Restou como última homenagem o resultado da eleição. Jackson venceu em Timon, como ele mesmo sempre dizia, sua segunda casa.
Acreditar na transformação da sociedade através da educação, da produção e do trabalho fez do médico Jackson Lago prefeito e governador. Durante a sua trajetória política foi leal a seus companheiros de esquerda, mas muitos não foram leais a ele. Lutou como um gigante, um verdadeiro herói sempre com a intenção de defender o Maranhão.
Jackson semeou nesta terra coragem, luta pela liberdade, esperança de dias melhores. Deixou caracterizado que um governante pode acabar com a miséria do seu povo, para isso, deve-se constituir em medida fundamental investir primeiro nas pessoas. Jackson fez muito por São Luis e pelo Maranhão, Timon reconhece e admira suas iniciativas.
O Maranhão voltará a sorrir, pois venceremos a aridez e saciaremos a sede da sua falta inspirados nos seus exemplos, na sua conduta e em seus ideais. JACKSON VIVE, porque o poder que do povo arrebataram há de retornar ao povo.
JAMES MAYNER EM 20/04/2011
CHICO LEITOA 01/05/2011

Do blog do Cutrim

0 comentários:

Postar um comentário