terça-feira, 22 de maio de 2012

M T E diz que o Maranhão lidera ranking de trabalho escravo, veja

Em 2011, 97 denúncias de trabalho escravo foram registradas.
Imagens de trabalhadores
 Dos 294 nomes de lista suja, 26 são empregadores do Maranhão.

O Maranhão é o estado que lidera atividades em condições degradantes no Brasil, segundo Ministério do Trabalho e Emprego. Em 2011 foram registradas 97 denúncias de trabalho escravo.

 Para discutir o assunto, será realizada nesta quarta- feira (23), na câmara dos deputados, em Brasília, uma audiência pública, onde o representante do Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos de Açailândia será ouvido pelos deputados.

 Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, dos 294 nomes da lista suja de envolvimento com o trabalho escravo, 26 são empregadores do Maranhão. O estado é ainda, o maior exportador de mão de obra escrava do Brasil e também lidera a lista de estados que empregam pessoas em condição precárias e semelhante à escravidão.

 Só no ano de 2011, o Centro registrou 97 denuncias de trabalho escravo. Vinte e sete propriedades foram fiscalizadas e 70 processos estão em andamento. Ainda na Audiência Pública em Brasília, desta quarta-feira, serão apresentados outros números pelo representante do Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos.

 O representante do Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos, Antônio Filho, afirma que a maioria dos casos de trabalho escravo acontecem dentro das áreas de pecuária e desmatamento, além da área de produção de carvão.

 Dados da Secretaria de Comércio Exterior indicam que apenas 4 siderúrgicas instaladas em Açailândia exportaram perto de 390 milhões de dólares no ano passado. No Maranhão, 71% dos 111 mil quilômetros quadrados de terras do bioma Amazônia já estão desmatados.

Do G1

0 comentários:

Postar um comentário