sábado, 12 de maio de 2012

TSE diz que o Diretório do PT teve maiores gastos e receitas em 2011

O diretório nacional do PT teve os maiores gastos e receitas entre os partidos em 2011, segundo balanço do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

As despesas do partido foram da ordem de R$ 71.760.939,17, enquanto a receita informada foi de R$ 109.882.972,81.

No total, os diretórios nacionais dos partidos políticos registrados no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) gastaram R$ 310.533.832,70 em 2011. Em relação à receita, os diretórios declararam ao tribunal o recebimento de R$ 382.506.512,44. Deste total, R$ 307.317.749,00 foram recebidos pelo Fundo Partidário.

Os menores gastos e a menora arrecadação foram do PPL --partido mais novo dentre os 29 registrados no TSE, com registro deferido em 4 de outubro do ano passado. As despesas da sigla foram de R$ 124.743,38. e a arrecadação de R$ 206.052,27.

Os valores divulgados pelo TSE não incluem as despesas do Partido Humanista da Solidariedade (PHS). A legenda prestou contas dentro do prazo, que se encerrou em 30 de abril, mas os dados ainda estão sendo processados pelo Tribunal.

Todos os diretórios nacionais dos 29 partidos prestaram contas do exercício financeiro de 2011. Os dados dos diretórios nacionais serão analisados pela Corte; os estaduais, pelo Tribunal Regional Eleitoral do respectivo Estado; e os municipais ou zonais, pelo juiz eleitoral.

As penalidades previstas na Lei dos Partidos Políticos para as contas não apresentadas ou desaprovadas total ou parcialmente são a suspensão das cotas do Fundo Partidário pelo período de um a 12 meses e a devolução de recursos ao erário. Em 2011, os partidos devolveram ao erário R$ 3.409.511,21, devido a irregularidades nas contas.´

CONTAS
Total Partidos
Receita: 382.506.512,44
Despesas: 310.533.832,70


PPL
Receita 206.052,27
Despesa 124.743,38


PSD
Receita: 440.752,22
Despesas: 193.769,39


PCO
Receita: 522.611,50
Despesas: 418.857,50


PCB
Receita: 792.071,87
Despesas: 531.219,18


PSDC
Receita: 1.446.267,36
Despesas: 888.789,98


PSL
Receita: 1.514.948,30
Despesas: 1.185.808,93


PTN
Receita: 1.222.290,10
Despesas: 1.221.477,28


PSTU
Receita: 1.203.287,06
Despesas: 1.237.615,14


PT do B
Receita: 1.532.821,66
Despesas: 1.434.976,96


PRP
Receita: 1.828.318,69
Despesas: 1.599.057,69


PRTB
Receita: 2.206.250,07
Despesas: 1.822.747,68


PTC
Receita: 2.637.681,45
Despesas: 2.906.385,50


PSOL
Receita: 3.611.548,69
Despesas: 3.438.380,67


PMN
Receita: 4.190.174,06
Despesas: 3.470.116,95


PRB
Receita: 6.703.019,56
Despesas: 4.779.384,19


PPS
Receita: 5.801.215,82
Despesas: 5.264.672,11


PC do B
Receita: 11.753.715,87
Despesas: 9.157.985,95


PV
Receita: 11.515.299,63
Despesas: 9.249.451,22


PSC
Receita: 9.993.247,84
Despesas: 9.712.390,18


PDT
Receita: 16.063.885,55
Despesas: 10.881.769,87


PTB
Receita: 13.468.020,55
Despesas: 13.476.532,48


PR
Receita: 22.060.707,26
Despesas: 17.147.118,80


PP
Receita: 22.972.686,53
Despesas: 19.725.899,55


PSB
Receita: 22.603.782,66
Despesas: 19.775.212,29
DEM
Receita: 23.266.945,79
Despesas: 20.359.029,43


PSDB
Receita: 38.521.474,61
Despesas: 36.107.930,96


PMDB
Receita: 44.544.462,66
Despesas: 42.661.570,27


PT
Receita: 109.882.972,81
Despesas: 71.760.939,17

Com Informações da Folha

0 comentários:

Postar um comentário