terça-feira, 26 de junho de 2012

O PM capitão Fábio Saraiva pode ser liberado a qualquer momento, veja


O subcomandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar do Maranhão, Fábio Aurélio Saraiva Silva, mais conhecido como "Fábio Capita", prestou depoimento na tarde desta segunda-feira (25), na Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC).

Segundo informações, a Polícia Civil tem certeza de que o capitão não é o citado no depoimento do assassino confesso do jornalista Décio Sá, Jhonathan Silva, vazado na semana passada. Mesmo garantindo amizade com Raimundo Sales Chaves Júnior, o "Júnior Bolinha", suspeito de ser um dos mandantes do crime, Fábio Silva pode ser liberado a qualquer momento.

Acredita-se ainda que o "Capitão" citado no depoimento seja um homem que mora na cidade de Santa Inês, que é conhecido pelo apelido, que tem ligação com Bolinha e pode até não ser da polícia.

Em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), O Imparcial foi informado que as notícias surgiram da imprensa e que se forem verdade, a polícia irá investigar.

Questionado a respeito, o subdelegado geral de Polícia Civil, Marcos Afonso Júnior, afirmou que as informações só serão divulgadas após a conclusão das investigações, e que as apurações continuam em sigilo total.

Raimundo Cutrim
O ex-secretário de Segurança Pública e deputado estadual Raimundo Cutrim (PSD) disse que está à disposição da Justiça para esclarecimentos sobre o caso da morte de Décio Sá. O político teria sido apontado como um dos mandantes do assassinato em depoimento do assassino confesso Jhonathan Silva.

Em resposta às acusações, o deputado informou à imprensa que não possui qualquer envolvimento com o crime e ainda disponibilizou à Justiça seus sigilos fiscais, bancários e telefônicos.

Ele ainda enviou um ofício à Secretaria de Segurança Pública, no qual expõe a intenção de depor sobre o caso. Por ser deputado, Cutrim deve definir o local, horário e data para prestar esclarecimentos.

Com informações do Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário