sexta-feira, 1 de junho de 2012

PF apreende mais de 43 kg de cocaína no aeroporto de São Luís, confira aqui

Policiais federais apreenderam 43,7 kg de cloridrato de cocaína escondidos na bagagem de uma passageira e no veículo que veio buscá-la no aeroporto.

A Polícia Federal no Maranhão realizou na última quinta-feira (31), ação que resultou na prisão de dois homens e uma mulher, e na apreensão de 43,7 kg de cloridrato de cocaína.

Em fiscalização de rotina no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado, policiais federais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes apreenderam 43,7 kg de cloridrato de cocaína escondidos na bagagem de uma passageira e no veículo que veio buscá-la no aeroporto.

Trata-se da forma mais pura da cocaína, que é vendida ao preço aproximado de R$ 25.000,00 o quilo, o que representa um prejuízo de cerca de um milhão de reais para a quadrilha. Também foram apreendidos um veículo Corolla e a quantia de R$ 1.250,00.

Ao abrir a mala de S.C.C., 42 anos, que chegou em São Luís em um voo procedente de Manaus/AM, os policiais encontraram treze tabletes de cocaína embalada em plástico colorido. Em seguida, fecharam a mala e esperaram que a mulher a retirasse para acompanhá-la e verificar se alguém viria buscá-la no aeroporto.

A mulher se dirigiu até um veículo Corolla preto com placas do Ceará, onde dois homens a aguardavam. Neste momento, a equipe de policiais efetuou a abordagem dos suspeitos, V.C.A. de 20 anos e J.L.A. de 24 anos, e constatou que havia um fundo falso no veículo, entre o bando traseiro e o porta-malas, onde foram localizados mais vinte e dois tabletes de cocaína embalados em plástico colorido.

Em depoimento, um dos presos relatou que a cocaína seria levada para Fortaleza/CE e entregue a uma pessoa ainda não identificada. Devido à pureza da cocaína, acredita-se que a mesma seria enviada pela quadrilha para o exterior.

Todos foram autuados em flagrante por tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico, com previsão de pena de reclusão de 10 a 20 anos, e encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da Justiça

Fonte: O Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário