segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Projeto Olhar Brasil possibilitará atendimento oftalmológico a mais de 900 mil estudantes do Maranhão


O projeto Olhar Brasil, desenvolvido pelo Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Educação, estima atender até 2014, 909.082 crianças, jovens e adultos matriculados na rede pública e inseridos nos programas Saúde na Escola (PSE) e Brasil Alfabetizado (PBA) no estado do Maranhão.

Para isso,o Ministério da Saúde está ampliando e qualificando  a assistência oferecida pelo projeto Olhar Brasil. Uma das medidas será a contratação de estabelecimentos de saúde privados e públicos para atender mais de quatro milhões de consultas e exames oftalmológicos. Com a formação de um cadastro nacional de estabelecimentos de saúde - públicos e privados -pretende-se aumentar a capacidade instalada de atendimento e reduzir as filas de espera. A inscrição dos serviços deve ser feito na internet pelo link que consta no Edital, publicado no dia 1º de novembro no Diário Oficial da União. O cadastro ficará disponível em um site para consulta dos gestores responsáveis pela contratação dos serviços.

"A oferta e o acesso de serviços oftalmológicos de qualidade e especializados são decisivos para quem quer ler e escrever, e representa qualidade educacional para a criança, já que passa a ter maior capacidade para aproveitar seu potencial e, com isso, inclusive, ascender socialmente. Muitas pessoas não aprendem a escrever e desistem do programa de alfabetização justamente porque não consegue enxergar", ressalta o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O Ministério da Saúde estima atender até 2014, 10,5 milhões de crianças, jovens e adultos matriculados no PSE e PBA em todo o país.

Dos alunos que passarão pela triagem oftalmológica, 384.178 deverão ser encaminhadas para consulta oftalmológica, e 45,7% desse universo (175.757) precisarão de óculos. Já para os de jovens e adultos cadastrados no Brasil Alfabetizado, o Ministério da Saúde e o MEC preveem que 100% deles serão encaminhados ao oftalmologista. Entre os alunos de faixa etária de 15 a 40 anos, 19.106 mil precisarão de óculos. Já entre os adultos de 41 a 60 anos, 57.319 mil necessitarão de óculos, e dos 31.844 mil alunos com mais de 60 anos, 100% precisarão de óculos.

Os estados e municípios receberão recursos a mais para realizar todas as etapas do projeto. Para realização das consultas serão investidos em todo o Brasil cerca de R$ 100 milhões, acrescidos dos valores para custear o fornecimento de óculos e o tratamento das doenças secundárias identificadas, além do tratamento de doenças da refração. Parte desses procedimentos terá reajuste na tabela do SUS para o atendimento no projeto Olhar Brasil. O valor pago pela consulta terá aumento de 47%, passando de R$ 14,29 para R$ 21, por exemplo.

Fonte: O Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário