sábado, 26 de janeiro de 2013

Operação da Polícia Civil e Militar 'Gato Maracajá 2' prende 10

Uma operação conjunta entre as Polícias Civil e Militar do Maranhão, batizada de “Gato Maracajá 2”, desarticulou hoje (25) uma quadrilha de traficantes no município de Rosário (a 75 km de São Luís).

O delegado Cláudio Mendes, titular do Departamento de Narcóticos (Denarc), que coordenou a operação, informou à tarde ao Jornal Pequeno que foram presas na ação 10 pessoas.

Duas delas foram autuadas. Jocélia Oliveira Araújo, a “Joyce”, de 35 anos, vai responder por porte ilegal de armas. Com ela, a polícia encontrou uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 32, ambas as armas municiadas. Hildovan Carvalho Rabelo, o “Dalvan”, de 23 anos, responderá por tráfico de drogas.

Os outros oito detidos prestaram depoimento e foram liberados, mas serão monitorados pela polícia, que suspeita de que eles articulavam um “consórcio” para mandar matar um PM de Rosário.

Em poder dos conduzidos, foram apreendidos crack e dinheiro, além das armas. Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos após determinação judicial.

Essa é a segunda versão da operação “Gato Maracajá” em Rosário. O delegado Cláudio Mendes disse que o município tem se tornado uma rota do tráfico de drogas no estado.

Fonte: jornal pequeno

0 comentários:

Postar um comentário