quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Deputado anuncia construção de estradas que atravessam o Sul do MA

O deputado Rigo Teles (PV) disse nesta quarta-feira (20), na Assembleia Legislativa, que o empréstimo de R$ 1 bilhão que o governo do Estado contraiu junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) vai permitir a melhoria da qualidade  de vida da população em todos os setores e, sobretudo, na construção e na recuperação de importantes rodovias que cortam o Sul do Maranhão. 
                        
O parlamentar anunciou que dentre os investimentos do governo com os recursos do BNDES está a pavimentação das rodovias estaduais, ligando os municípios de São Pedro dos Crentes, Fortaleza dos Nogueira e Estreito. “Não tenho dúvida que a governadora Roseana Sarney atenderá este pleito da população”, disse. 

Para Rigo, a pavimentação das rodovias ligando os três municípios é de suma importância para a região Sul do Estado. ”Fui votado naqueles municípios e vou pedir prioridade na construção das estradas, que estão em estado precário e facilitam o escoamento da produção de dezenas de municípios”, afirmou.

O empréstimo foi aprovado pela Assembleia Legislativa. O contrato de financiamento com o BNDES foi assinado no dia 14 de janeiro, no Palácio dos Leões. A cerimônia foi presidida pela governadora Roseana Sarney (PMDB), com a presença do diretor do BNDES, Guilherme Lacerda e de diversos secretários de Estado, entre os quais, o chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva.

Viva Maranhão

O primeiro contrato garantirá recursos na ordem de R$1 bilhão para o governo investir no Programa Viva Maranhão, que inclui iniciativas nas áreas de Modernização e Ampliação dos Serviços de Saúde e Saneamento (no valor de R$ 877 milhões), Integração Rodoviária dos Municípios (R$ 693 milhões) e na Modernização e Gestão Pública (R$ 52 milhões).
O Programa deve investir também na ampliação da Infraestrutura e Modernização da Educação (R$ 454 milhões), Desenvolvimento Social, Inclusão Produtiva e Superação da Pobreza (R$ 500 milhões) e Mobilidade Urbana (R$ 620 milhões), e na construção de cinco hospitais regionais, nos municípios de Imperatriz, Caxias, Pinheiro, Chapadinha e Santa Inês.

Fonte: O Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário