domingo, 7 de setembro de 2014

Dilma cogita demitir ministro Edson Lobão depois da delação de Costa

Lobão, Roseana e o ex-diretor da Petrobrás Paulo
 Roberto Costa que entregou a dupla maranhense à PF.

Informações de Brasília dão conta de que a presidente Dilma Roussef já estaria de posse das informações da Polícia Federal sobre o envolvimento do ministro Edson Lobão, das Minas e Energia, no caso delatado pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa.

As informações foram repassadas com carimbo de “secreto” ao gabinete presidencial no início da tarde, segundo jornalistas com trânsito no Palácio do Planalto que estiveram na cobertura hoje pela manhã das festividades do 07 de setembro.

Agora à tarde, a presidente Dilma emitiu declaração negando a demissão do ministro Lobão, mas a decisão já é dada como certa. Tanto é que o PMDB marcou reunião para amanhã em que apreciará o problema já com a incumbência de apresentar nomes à presidente para substituir Lobão.

Os operadores políticos do Planalto e a coordenação de campanha de Dilma querem preservá-la da crise aberta com a delação e veem no caso uma oportunidade para ela dar uma demonstração de firmeza contra atos de corrupção, o que seria bem visto pela opinião pública, acreditam.

Do Blog do Garrone

0 comentários:

Postar um comentário