quarta-feira, 26 de abril de 2017

O programa educacional Escola Digna do Governo Flávio Dino tem por meta capacitar mais 50 mil professores em todo MA

Está em curso no Maranhão o maior programa de formação de educadores da história, que abrange a assistência – no âmbito do programa Escola Digna – para que professores multiplicadores capacitem as equipes técnicas das Secretarias Municipais dos municípios e estes qualifiquem os educadores das redes; são 50 mil professores da rede pública estadual e municipal recebendo formação e qualificação; pode ser a transformação do Maranhão pela educação. 

O processo de transformação da educação no Maranhão envolve o investimento em vários setores para garantir uma escola e um aprendizado dignos aos estudantes maranhenses. O Governo investe na construção e reforma de prédios escolares para garantir melhor infraestrutura, entrega fardamentos, valoriza professores e, além disso, está formando mais de 50 mil educadores em todas as cidades do estado.

Está em curso no Maranhão o maior programa de formação de educadores da história, que abrange a assistência – no âmbito do programa Escola Digna – para que professores multiplicadores capacitem as equipes técnicas das Secretarias Municipais dos municípios e estes qualifiquem os educadores das redes.

Já no campo do plano ‘Mais Ideb’, a formação continuada está sendo executada no formato de rede presencialmente – em que professores multiplicadores capacitam 4 professores de cada escola nas regionais e os professores formados multiplicam a formação em cada escola da rede estadual de ensino.

Para o governador Flávio Dino, a formação dos educadores é essencial para que haja uma educação de mais qualidade no Maranhão. “Nós temos hoje 50 mil professores da rede estadual e das redes municipais recebendo formação do Governo do Estado. São entregues materiais pedagógicos, são feitos cursos para que esses professores se capacitem ainda mais”, ressaltou.

De acordo com o secretário de Educação (Seduc), Felipe Camarão, a formação continuada é um importante processo de sistematização de saberes e apropriação de novos conhecimentos para quem já concluiu sua formação inicial e está em exercício profissional. “Nessa perspectiva, diferentes ações são realizadas no intuito de garantir a construção deste espaço, viabilizando, ainda, a articulação e troca de saberes entre os sujeitos envolvidos. Essa é uma preocupação recorrente e prioritária do Governo do Estado do Maranhão, dada a preocupação constante pela melhoria da qualidade educacional do estado”, pontuou.

Nesse contexto destaca-se o Escola Digna, que em sua primeira etapa envolveu 85 municípios contemplados com os novos prédios do programa. “Com essa ação, busca-se reduzir a pobreza e as desigualdades sociais a partir da qualificação dos profissionais da educação”, explicou Camarão.

Para isso, foi construída uma rede de multiplicadores responsável pela capacitação das equipes técnicas das Secretarias Municipais dos municípios e estes responsabilizam-se pela capacitação dos educadores das redes, sendo alcançados cerca de 4.000 gestores escolares, 2.000 coordenadores pedagógicos e 35.358 professores, totalizando um vasto investimento na formação de 41.358 educadores municipais. “Trata-se de uma ação pioneira e de grande relevância para a melhoria dos índices educacionais da rede, garantindo o efetivo acesso à educação pelos discentes, que extrapola a mera garantia de vaga e avança para a construção de saberes mais sólidos e qualificados”, reiterou o secretário.

MAIS IDEB
No âmbito do plano ‘Mais Ideb’ – que reforça a necessidade de formação continuada dos educadores pelas vias presencial e à distância – estão participando 7.581 profissionais da educação, com foco, dentre outros aspectos, no alinhamento curricular nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática, bem como na elaboração de questões de prova por meio da participação em oficinas.

Segundo secretária adjunta de Ensino da Seduc, Nádya Dutra, essa ação inédita de formação continuada para mais de 50 mil educadores maranhenses “terá impacto direto na qualidade da educação, pois instaura uma prática reflexiva que torna a convivência escolar mais significativa”. Ainda de acordo com ele, com essa iniciativa, “cada momento de trabalho passa a ser enriquecedor e os comportamentos, valores e opiniões se transformam em referências para o ganho mútuo, passando a ser o ambiente de trabalho um espaço adequado para o compartilhamento e fomento do conhecimento”.

Ela enfatizou ainda que são os alunos que terão o maior ganho com esses investimentos do Governo do Estado em formação de professores. “Uma educação ainda mais legítima e significativa, preocupada com a sua efetiva formação, sem vincular-se à mera reprodução de dogmas e saberes. Isso é Escola Digna para o povo do Maranhão”, sublinhou Nádya.

Com informações do 247/MA

0 comentários:

Postar um comentário