quinta-feira, 18 de maio de 2017

Fachin do STF afasta Aécio, presidente nacional do PSDB, e líder do golpe, não é mais senador

Aécio Neves (PSDB-MG) não é mais senador; o presidente nacional do PSDB e líder do golpe que destituiu Dilma Rousseff foi afastado do cargo pelo ministro do STF Edson Fachin; o pedido de afastamento foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e acolhido por Fachin; Aécio foi gravado pelo empresário Joesley Batista, da JBS, pedindo R$ 2 milhões em propina; longe do Senado e sem o foro privilegiado do cargo, Aécio pode ter destino semelhante ao de Eduardo Cunha e ter seu caso remetido para o juiz Sérgio Moro; com isso, a decisão por uma eventual prisão do mineiro estaria nas mãos de Moro.

O presidente nacional d PSDB, Aécio Neves (PSDB-MG), não é mais senador.

O líder do golpe que destituiu Dilma Rousseff foi afastado do cargo pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin.

O pedido de afastamento foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e acolhido por Fachin.

Aécio foi gravado pelo empresário Joesley Batista, da JBS, pedindo R$ 2 milhões em propina.

Longe do Senado e sem o foro privilegiado do cargo, Aécio pode destino semelhante ao do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e ter seu caso remetido para o juiz Sérgio Moro, em Curitiba. Com isso, a decisão por uma eventual prisão do mineiro estaria nas mãos de Moro.

Do 247

0 comentários:

Postar um comentário