terça-feira, 8 de agosto de 2017

Lava Jato de Curitiba será julgada por especialistas em Direito na sexta (11)

A Lava Jato em Curitiba estará em julgamento na próxima sexta-feira (11), a partir de um debate entre especialistas em Direito críticos à sentença proferida por Sergio Moro contra Lula no caso triplex.

O Tribunal Popular será realizado na capital do Paraná com participação aberta ao público inscrito. Figuras como Eugênio Aragão e o criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, confirmaram presença.

Durante o encontro, um tribunal do júri será simulado com apoio do juiz de direito em Alagoas Marcelo Tadeu Lemos, que presidirá a sessão, enquanto Aragão, ex-ministro da Justiça e procurador da República, será responsável pela acusação. Kakay fará as vezes de defensor, mas de uma maneira "crítica e irônica". Ele atendeu já Demóstenes Torres, José Sarney, José Dirceu e Aécio Neves em outros processos.

A expectativa é de que, pela manhã, uma oficina de lawfare seja realizada como abertura do evento. O lançamento do livro "Comentários a uma sentença anunciada: o caso Lula", organizado pela professora de Direitos Humanos da UFRJ, Carol Proner, está previsto para acontecer entre 11h e 12h, com presença de Beatriz Vargas Ramos, Claudia Maria Barbosa e demais autores curitibanos.

O Tribunal Popular ocoerre a partir das 14h, após o cerimonial de abertura, que terá início às 13h. A sentença será lida ao final do evento. 

Para participar, clique aqui.

Do GGN

0 comentários:

Postar um comentário