terça-feira, 10 de abril de 2018

Lula é vítima de um erro jurídico imenso e é preso político, diz o governador do Maranhão Flávio Dino

Impedido pelo juiz Sérgio Moro, junto com governadores do Nordeste e do Norte, de visitar o ex-presidente Lula em Curitiba, o governador Flávio Dino publicou vídeo onde afirma que a prisão é um erro jurídico imenso no tocante ao mérito; “essa prisão tem caráter mais político do que jurídico. Por isso mesmo defendemos a liberdade de Lula e a integridade de autoridade do sistema jurídico para todos os brasileiros”; Dino é ex-juiz federal aprovado em primeiro lugar no mesmo concurso de Moro.
Segundo Dino, há convicção de que a prisão é um erro jurídico imenso no tocante ao mérito, além de não ter havido o exaurimento dos recursos.
“A Constituição assegura isso a todos os brasileiros, por isso essa prisão tem caráter mais político do que jurídico, há uma clara violação da Constituição. Por isso mesmo estamos defendendo a liberdade de Lula e a integridade de autoridade do sistema jurídico para todos os brasileiros”, defende o governador.
O governador Flávio Dino é ex-juiz federal. Ele foi aprovado em primeiro lugar no mesmo concurso que contou com a participação de Sérgio Moro.
De acordo com o boletim de informações que tem sido divulgado pelo Comitê Popular em Defensa de Lula e da Democracia, os dez governadores que estão em Curitiba para tentar visitar Lula são: Tião Viana (Acre), Rui Costa (Bahia), Camilo Santana (Ceará), Fernando Pimentel (Minas Gerais), Wellington Dias (Piauí), Flávio Dino (Maranhão), Renan Filho (Alagoas), Jackson Barreto (Sergipe) e Paulo Câmara (Pernambuco).
Veja o vídeo abaixo: 
Do 247

0 comentários:

Postar um comentário