domingo, 23 de dezembro de 2012

PF desmonta quadrilha formada por madeireiros, índios, PMs e políticos dentro do Maranhão

A Polícia Federal (PF) realizou nesta quinta-feira (20), uma operação para reprimir a extração ilegal de madeira em terras indígenas nos municípios de Maranhãozinho, a 800 km de São Luís, e Centro do Guilherme, a 450 km de São Luís. A operação formada por 34 policiais federais, cumpriram os sete mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça.

Denominada Operação COPII (que em tupi-guarani quer dizer cupim), a operação desmontou a suposta quadrilha que, segundo a PF, é formada por madeireiros, índios, policiais militares e políticos da região.

Segundo a investigação da PF, a retirada de madeira ilegal funcionava, inicialmente, com a cobrança de uma taxa pela prefeitura de Centro do Guilherme, para que caminhões madeireiros entrassem na reserva e de lá retirassem as toras que eram vendidas às serrarias.

Os investigados responderão pelos crimes de corrupção passiva, concussão (exigir para si ou para outro dinheiro ou vantagem em razão da função), prevaricação, formação de quadrilha ou bando e peculato.

Fonte: 1cn.com.br

0 comentários:

Postar um comentário