terça-feira, 5 de junho de 2012

Mercado de imóveis têm a menor valorização mensal desde 2010

O preço do metro quadrado dos imóveis em sete regiões do Brasil teve a menor alta mensal em maio desde setembro de 2010. O aumento médio foi de 0,9%. Em São Paulo, a alta foi de 1,2%, enquanto no Rio de Janeiro, de 1,1%. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pela Fipe em parceria com o site Zap.

A alta acumulada nas sete regiões nos últimos 12 meses é de 19,9% - 1,9 ponto percentual a menos que nos 12 meses encerrados em abril. Em São Paulo, os cinco primeiros meses de 2012 mostraram alta de 6,3% no preço médio do metro quadrado, quase metade da alta apurada no mesmo período de 2011: 12%.

Das sete regiões pesquisadas, a que registrou o preço mais alto do metro quadrado foi Brasília (R$ 8.254), enquanto o menor valor foi apurado em Salvador (R$ 3.618). Em São Paulo, o valor médio do metro quadrado dos imóveis foi de R$ 6.448 em maio. No Rio, o preço médio do metro quadrado foi de R$ 7.991.

Além de São Paulo e Rio, houve avanço no preço médio do metro quadrado em maio em Belo Horizonte (0,4%), Distrito Federal (0,5%), Fortaleza (2,5%) e Recife (1,9%). Já em Salvador houve queda do preço de 1,3%.

Em São Paulo, o metro quadrado que teve maior valorização em maio foi dos imóveis de 4 ou mais dormitórios: 1,4% (para R$ 7.276). Contudo, em termos de valores absolutos, o metro quadrado mais caro na capital paulista é dos imóveis de 1 dormitório: R$ 7.440.

O metro quadrado mais caro entre as sete regiões pesquisadas está no Rio de Janeiro, para imóveis com 4 dormitórios ou mais: R$ 10.503.

Segundo a Fipe/Zap há uma tendência de desaceleração da alta dos imóveis no País, que foi acentuada em maio.

Com informações do Terra

0 comentários:

Postar um comentário