domingo, 15 de maio de 2011

CHEFE DO ASSALTO DO BB DE LUZILÂNDIA-PI É PRESO NO MA

 'CABEÇÃO' conseguiu furar o cerco no Piauí, mas foi encontrado em São Bernardo no Maranhão

A Polícia Militar do Piauí conseguiu prender o chefe do bando que assaltou o Banco do Brasil da cidade de Luzilândia, Norte do estado, no início deste mês. A ação foi realizada por volta das 3h da madrugada deste domingo (15/05). Anderson, conhecido como "Cabeção", conseguiu furar o cerco feito na zona rural do município de Madeiro e estava sendo auxiliado por sua esposa Neném e um homem conhecido como Valter, no município maranhense de São Bernardo.

Segundo informações do coronel Rubens Pereira, comandante da PM no interior, "Cabeção" atravessou o Rio Parnaíba até o estado vizinho e foi acolhido pelo casal. O serviço de inteligência da PM-PI conseguiu, através de denúncias anônimas, localizar o acusado. "Ainda não sabemos como, mas ele conseguiu atravessar o rio, provavelmente com a ajuda de alguém. Já em São Bernardo recebeu ajuda da mulher e do novo comparsa". O três estão presos em Luzilândia.

Ainda de acordo com Pereira, "Cabeção" seria o mentor intelectual do assalto em Luzilândia e também teria comandado o assalto à agência do BB em Valença do Piauí, Sudeste do estado, no ano 2005, disfarçado de agente da Polícia Rodoviária Federal.

Anderson "Cabeção" é o segundo assaltante a ser preso, após a captura de Ricardo Duzzy. Outros três envolvidos ainda estão sendo procurados.

Os assaltantes presos pela polícia nas proximidades de Luzilândia tinham dois sacos de dinheiro e armamento de grosso calibre. Segundo informação do comando da Polícia Militar, os bandidos tinham em seu poder: uma escopeta calibre 12, um revolver 38, pistola 380, um fuzil russo HK e outro fuzil 762.

Três assaltantes presos e um morto foi o saldo das operações policiais deste domingo (15/05) na perseguição à quadrilha que no dia 3 de maio assaltou a agência do Banco do Brasil em Luzilândia. Duas outras pessoas que davam apoio aos bandidos também foram presas. Em dias anteriores, a polícia já havia preso um assaltante e morto outro. Agora, de toda a quadrilha, resta um foragido, conhecido como Nenguinho.
De toda a quadrilha, resta um foragido, conhecido como Nenguinho

A outra frente de operação policial se dava nas matas próximas a Luzilândia, onde outros fugitivos se escondiam. As buscam se davam com pessoal em terra e o apoio aéreo por helicóptero, na localidade Pequizeiro, próxima de Jatobá. Durante a manhã, houve tiroteio entre policiais e os assaltantes. Já no início da tarde, a polícia anunciava a prisão de outros dois assaltantes e a morte de um terceiro. Os detidos são Eduardo e Wagner Paulista. O assaltante morto se chama Eduardo.

Segundo informações repassadas pela Secretaria de Segurança do Estado, neste momento, "Cabeção", a esposa Nenem e o comparsa Walter estão na delegacia de Luzilândia. Lá eles estão sendo interrogados pela Cico. A partir desses depoimentos será possível elucidar diversos aspectos ainda desconhecidos do assalto que resultou na morte do gerente da agência do BB e de um dos assaltantes.

Fonte: 180 Graus

0 comentários:

Postar um comentário