sábado, 27 de maio de 2017

Governo Flávio Dino assina termo de compromisso com a Suzano como parte do Programa Escola Digna

Mais quatro escolas do Programa Escola Digna serão construídas no Maranhão: em Açailândia, Buriticupu, Sítio Novo e Urbano Santos; a iniciativa faz parte do termo de compromisso firmado entre o Governo do Estado e a empresa Suzano Papel e Celulose.

A tratativa, realizada por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), faz parte dos compromissos assumidos pela empresa ao anunciar a expansão da fábrica de celulose e a implantação de uma nova fábrica de papel sanitário na sua unidade de Imperatriz; de acordo com o governo, o investimento de mais de R$ 500 milhões no Maranhão possui dimensão social.

Além da substituição das escolas de barro e taipa por prédios de alvenaria, a empresa dará novos incentivos e capacitação técnica aos pequenos produtores maranhenses que trabalham com o plantio do eucalipto, à medida que contribui com a geração de emprego, criando oportunidades para o trabalhador maranhense, ao mesmo tempo em que amplia a verticalização da cadeia produtiva no estado.

“As empresas que estão nos ajudando nas demandas da educação tem um respeito muito grande por parte do Governo, tendo em vista que elas ajudam o Maranhão a reverter a situação caótica encontrada nas escolas do Estado. Essa contrapartida tem sido dialogada com grande parte das empresas que querem se instalar ou expandir seus negócios aqui”, afirmou o secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo.

O Programa Escola Digna tem transformado a vida de milhares de pessoas em todo o Estado, levando não só dignidade, mas fazendo do Maranhão um estado com oportunidades e proporcionando condições educacionais adequadas para todos. 

De acordo com o Secretário de Educação, Felipe Camarão, o Escola Digna, é o principal programa dentro da Secretaria, e tem como um dos seus principais vetores, a substituição das escolas de taipa ou estrutura inadequada, que tem energia elétrica, água e que traz dignidade não só para a comunidade escolar, mas para a população do entorno.

“A nossa meta é alcançar a marca de 300 escolas até o final de 2018, e o papel das empresas neste sentido é fundamental, pois contribui com o poder público nesse nosso intuito de transformar a realidade das pessoas”, afirmou Camarão.

Biblioteca

As escolas, construídas em parceria com a empresa, serão as primeiras a ter biblioteca, que serão implantadas por meio do programa Bibliotecas Comunitárias do Instituto Ecofuturo, realizado desde 1999 com objetivo de contribuir para a implantação e qualificação de política pública de leitura e de biblioteca, para a democratização do acesso ao livro, formação de leitores e à universalização de bibliotecas no país. “Nós estamos muito felizes de fazer parte de um projeto tão inovador e transformacional, que resgata a dignidade das comunidades através da educação”, declarou a relações institucionais da Suzano, Ariana Lisbôa.

O prefeito de Açailândia, Juscelino Oliveira, agradeceu em nome das demais cidades contempladas pelo ‘Escola Digna’, e destacou que as escolas terão impacto direto em seus locais de implantação. “Em nome dos municípios, gostaríamos de agradecer ao Governador Flávio Dino, pela indicação em receber essas escolas. 

Isso é muito importante para nós, em virtude das dificuldades que os municípios enfrentam”.   Além dos secretários de Estado e representantes da Suzano, participaram da assinatura, o prefeito de Buriticupu, José Gomes Rodrigues, Jurandir Andrade, que representou o prefeito André de Abreu, de Sitio Novo e o Deputado Estadual, Sérgio Vieira.


247/Secom

0 comentários:

Postar um comentário