quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

CONHEÇA TODOS OS PREFEITOS PRESOS PELA PF NO PI

 CASO 'GELEIRA' DA POLÍCIA FEDERAL trata de notas fiscais frias e rombo passa de R$ 20 milhões

Abaixo fotos e a lista de nomes dos presos:

01-Bismarck Santos de Arêa Leão, PTB - Prefeito de Miguel Leão
02-Isael Macedo Neto, PTB - Prefeito de Caracol
03-Joedison Alves Rodrigues, PTB - Prefeito de Landri Sales
04-Jorge de Araújo Costa, PTB - Prefeito de Ribeira do Piauí
05-Domingos Barcelar de Carvalho, o Dó Bacelar, PMDB - Prefeito de Porto
06-Teresinha de Jesus Miranda Dantas, PSDB - Prefeita de Eliseu Martins
07-Valdir Soares da Costa, PT - Prefeito de Uruçuí
08-Francisco Filho, o Chico Filho - Ex-prefeito de Uruçuí
09-Juraci Alves Rodrigues - Ex-prefeita de Marcos Parente

ESTRATÉGIA DA POLÍCIA FEDERAL NA OPERAÇÃO GELEIRA
A Polícia Federal do Piauí deflagrou a 'Operação Geleira', por volta das 5h da manhã desta quarta-feira (19/01), que resultou na prisão de prefeitos, ex-prefeitos, empresários e servidores envolvidos em esquema de notas fiscais frias e desvio de recursos públicos de prefeituras do interior do Estado. Desde a madrugada, 325 policiais federais dão cumprimento a 84 Mandados de Busca e Apreensão, além de 30 Mandados de prisão em todo Piauí, inclusive na capital.

Já é a maior operação de combate a desvio de recursos públicos da história no Piauí. Foram apreendidos documentos em órgãos públicos municipais, empresas e escritórios de contabilidade em 12 municípios: Marcos Parente, Uruçuí, SRN, Várzea Branca, Caracol, Elizeu Martins, Porto, Amarante, Miguel Leão, Ribeira do Piauí, Floriano e Teresina. Segundo informações da delegacia regional de combate ao Crime Organizado, o rombo chega a R$ 20 milhões, dinheiro supostamente vindo do SUS e Fundeb.

As investigações acontecem desde 2008 e a Polícia Federal manteve o sigilo por se tratar de investigação de prefeitos. A ação, que conta com a participação da Controladoria Geral da União-CGU e Ministério Público Federal, prendeu os prefeitos das seguintes cidades: Valdir Soares, de Uruçuí, Joedison Rodrigues, de Landri Sales, Isael Macedo, da cidade de Caracol, Teresinha Dantas, Eliseu Martins, Jorge de Araújo Costa, de Ribeira do Piauí e Bismarck Leão, de Miguel Leão. Foram presos ainda as autoridades de Miguel Leão, Weslley Cardoso, Ismendia da Silva, Valdir Campelo da Silva, Genivaldo Campelo da Silva; e de Uruçuí, Valdir Soares (atual prefeito de Uruçuí), Chico Filho (ex-prefeito de Uruçuí) e Giliard Soares.

O ROMBO CHEGA A R$ 20 MILHÕES”
Uma comissão de delegados da PF, chefiada por Janderlyer Gomes, da delegacia regional de combate ao Crime Organizado, além de representantes da CGU e MP, concederam coletiva de imprensa, por volta das 11h40, no auditório da sede. Na oportunidade, evitaram oferecer detalhes da Operação Geleira. Segundo Janderlyer, o foco da operação era combater os desvios de recursos públicos. O delegado revelou que em Teresina, algumas residências oficiais e empresas foram revistadas. Estas, acusadas de repassar notas fiscais às prefeituras para maquiar a prática de superfaturamento. A informação que se tem é que o rombo chega a R$ 20 milhões.

DINHEIRO PARA AGIOTAS, DÍVIDAS E MUITA CORRUPÇÃO
Em torno de 25% deste dinheiro foi para pagar dívidas de agiotas e corrupção de servidores nos municíios de Uruçuí, Eliseu Martins e Landri Sales. Ainda durante a coletiva, ele levanta uma contradição no caso: 'Por ironia, esses prefeitos tiveram as suas prestações de contas aprovadas'. Já Luís Fernando, da Controladoria Geral da União, acrescentou que a investigação começou há dois anos, com a participação da PF e MP, além da contribuição do Tribunal de Contas do Estado e a Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz). Foi revelado também que uma pessoa reagiu à prisão na cidade de Uruçuí, que teria agredido um agente da PF.

NOMES IMPORTANTES ENVOLVIDOS NA OPERAÇÃO DA PF
Dentre os presos, um dos nomes mais conhecidos é o do ex-prefeito de Uruçuí, Chico Filho (PMDB). Ele é atualmente presidente do Emater, órgão do primeiro escalão do Governo Wilson Martins (PSB). O curioso é que ele foi preso ao lado do seu rival na cidade, que o derrotou e foi eleito em outubro de 2008, o atual prefeito Valdir Soares (PT). A mãe do prefeito da cidade de Landri Sales, Joedison Alves Rodrigues, também foi presa pela operação Geleira da Polícia Federal. Seu nome é Juraci Alves Rodrigues. Ela é ex-prefeita do município de Marcos Parente.

Com informações do Portal 180 graus

0 comentários:

Postar um comentário