sexta-feira, 5 de agosto de 2011

IGOR LAGO PODE POSTULAR A PREFEITURA DE SÃO LUÍS MA

A possível ida do deputado federal Edivaldo Holanda Júnior para o PDT, conforme ventilam alguns setores da imprensa, a cada dia fica mais distante. Um dos obstáculos para a articulação, que teria Júnior como candidato a prefeito de São Luís pela sigla, é a resistência de alguns dirigentes pedetistas, entre eles o médico Igor Lago, filho do ex-governador Jackson Lago, e o secretário-geral da legenda no Estado Cândido Lima.
Em entrevista concedida à jornalista Kássia Brito, publicada na edição desta quinta-feira (4) de O Imparcial, Cândido Lima praticamente descartou tal possibilidade.

“É um grande nome (referindo-se a Holanda Júnior), mas o PDT não tem, em São Luís, principalmente, esse costume de trazer alguém para ser candidato”, disse Lima, dando a entender que caso se concretize a

Foto acima: Edivaldo Holanda Júnior e Igor Lago

filiação de Edivaldo Júnior no PDT, este seria apenas mais uma opção entre o leque de nomes que a legenda analisaria para concorrer à sucessão municipal de 2012, caso decida lançar candidato próprio na capital.

Mais adiante, Cândido continua: “Os candidatos de São Luís são pessoas históricas do partido, pessoas que já conhecem sua história, compreendem o funcionamento do partido. Isso seria uma experiência nova e o nacional ainda não teve nenhuma discussão sobre isso com o estadual”, pontuou o secretário-geral do PDT. Apesar das declarações, existem, no entanto conversas do ministro do Trabalho e Emprego e presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, com Edivaldo Júnior no sentido de trazer o jovem parlamentar para a agremiação.

Em entrevista exclusiva concedida ao blog no dia 18 do mês passado, antes das especulações na imprensa do provável ingresso de Edivaldo Júnior no PDT, Lupi já havia dado a senha do jogo. “O processo político é muito dinâmico. Em agosto teremos novidades, como a entrada de um novo nome no partido. De antemão antecipo que será um nome que vai trazer a unidade e com chances de disputar as eleições com competitividade”, revelou o ministro.

Continuando, ao final da conversa com o Imparcial, Cândido deixa transparecer a repórter que caso o PDT opte por candidatura própria, a opção seria pelo nome de Igor Lago. “…Acreditamos que nesse processo de reorganização o nome do Igor vai fluir naturalmente como candidato, aí não seria o Igor se lançando, mas o partido, a partir de sua base”, disse Lima.

Do blog do John Cutrim

0 comentários:

Postar um comentário