sábado, 14 de dezembro de 2013

Homem mata a própria mãe e enterra-a no quintal, em Itapecuru Mirim

Um crime bárbaro chocou a população do município de Itapecuru Mirim (a 108 km de capital). A lavradora Maria da Luz Ribeiro de Abreu, 55 anos, foi assassinada a pauladas e enterrada em uma cova rasa, no quintal de casa, pelo próprio filho, Antônio Abreu Santos, de 27 anos. Ele foi encontrado em um matagal no povoado Sobradinho, a aproximadamente 13 km do centro da cidade, nesta sexta-feira (13).

Antônio Abreu, 27 anos, confessou ter assassinado a mãe (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

O crime ocorreu na madrugada de terça-feira (10). Segundo informações policiais, Antônio Santos manteve um relacionamento amoroso com a própria irmã, que à época tinha 14 anos. Da relação surgiu uma engravidez. Inconformada com a situação, a mãe auxiliou a adolescente a abortar.

Por causa da situação, a lavradora passou a responder por facilitação de aborto, e o homem por estupro de vulnerável. “Devido a isso, eles dois não se davam bem. Na delegacia, ele confessou o crime e afirmou que não gostava da mãe. Ele é um homem aparentemente muito frio”, descreveu o delegado regional George Marques.

A irmã, que hoje tem 18 anos, foi conduzida para a Delegacia Regional de Itapecuru Mirim, no mesmo dia do achado do cadáver. Em seguida, encaminhada para Vargem Grande, onde vai responder por ocultação de cadáver. “Ela sabia que ele tinha cometido o homicídio. É de se estranhar que a mãe estava desaparecida há quatro dias e ela, que morava com a mãe, não procurou a delegacia para registrar ocorrência. Além das duas, morava ainda um outro filho da lavradora, que é adolescente. A história caiu por terra porque esse irmão viu o Antônio cavar um buraco no quintal”, relatou o delegado.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instito Méidco Legal (IML), em São Luís.


Fonte: Retirado do G1 MA

0 comentários:

Postar um comentário