sábado, 28 de dezembro de 2013

Pescadores desaparecidos de Raposa construíram uma balsa para sobreviver

Por volta das 22h, desta sexta-feira (27), os cinco pescadores da cidade de Raposa (região metropolitana de São Luís) que estavam desaparecidos desde a madrugada de quinta-feira (26), conseguiram chegar com vida em terra firme, entre a Praia do Araçagy e do Meio e foram socorridos por moradores.


Levados por homens do Corpo de Bombeiros a UPA do Araçagy, José Luis Ferreira dos Santos, o Luizinho, 46 anos; Raimundo Pedro Santos Martins, o Cabeça, 36 anos; José Adriano Santos, o Didi, 28 anos; Franciscos de Assis Freitas dos Santos, o irmão, 46 anos e José Ribamar Araújo, o Biel, 32 anos, disseram que uma onda derrubou o mastro do pano da Biana que seguia rumo ao Porto de Raposa, próximo ao trecho conhecido por “risca”.

Com o impacto, a embarcação naufragou e os experientes pescadores improvisaram uma balsa com pedaços de compensados e boias que se desprenderam do barco. Passaram cinco marés boiando, foram conduzidos de acordo com a movimentação do alto mar. Os náufragos relataram que vários barcos passaram próximo a eles, mas nenhum conseguiu ouvi-los ou avistá-los.

Somente na noite desta sexta-feira, sem comer, nem beber, conseguiram forças e nadaram até a praia e só assim foram socorridos. Eles foram vistos por pessoas, que chamaram o Corpo de Bombeiros.

Entre os pescadores, dois estavam em estado mais debilitados, Raimundo Pedro Santos Martins, o Cabeça e José Adriano Santos, o Didi, ambos bem desidratados. Todos receberam atendimentos médicos e ficaram em observação.

Os familiares chegaram na UPA do Araçagy e agora respiram aliviados.

Fonte: blog do Domingos Costa

0 comentários:

Postar um comentário