segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Tribunais de Contas da União e do MA preparam anúncio dos fichas sujas, veja


 
 Pleno do Tribunal Regional Eleitoral receberá a partir de julho, a lista dos impedidos de disputar as eleições estaduais no Maranhão.

Por volta de julho tanto o Tribunal de Contas da União como o Tribunal de Contas do Estado enviarão a lista de gestores com contas desaprovadas a Justiça Eleitoral. O problema é que ainda há dificuldade para identificar os “ficha sujas” uma vez que não existe uma lista com o nome de todos eles. Por isso, o papel de fiscalizar e fazer denúncias cabe não só ao Ministério Público, a imprensa e aos candidatos derrotados ou de oposição, mas a população que deve ficar atenta a indícios que tornam os candidatos inelegíveis.

2014, o ano da tão esperada Copa do Mundo no Brasil é também um ano fundamental para os rumos da nação nos próximos quatro anos. Mas do que dividir atenções com o maior evento futebolístico do planeta, a imprensa e a população brasileira precisam estar vigilantes ao perfil e ações dos candidatos que concorrerão aos cargos de presidente, senador, deputado federal e deputado estadual.

Se a grande maioria das atenções ficarem voltadas apenas para a escalação do time brasileiro e não para a seleção de candidatos que se fará nas urnas, muitos candidatos ficha-sujas poderão comemorar vitórias em cima do povo e permanecer nos mandatos com irregularidades despercebidas.

Se os técnicos escalam suas seleções e todos acompanham o retrospecto de bons e maus resultados dos atletas dentro e fora de campo, com os candidatos não deve ser diferente. Afinal de contas são 200 milhões que deverão mais do que nunca entrar em ação, como diz o famoso refrão ufanista da seleção canarinho.

Mas esta não é uma tarefa fácil, haja visto que não há uma lista que reúna o trabalho de todos os órgãos de controle social com todos os nomes de candidatos com problemas na justiça: “Não existe uma lista de ficha-suja já que a situação dos candidatos muda todo tempo. È inexeqüível fazer isso. Existem apenas as listas que são enviadas pelos tribunais de contas referente a gestores que tiveram suas contas desaprovadas”, explica o professor de Direito Eleitoral Flávio Braga.

Para ele a população precisa estar mais vigilante por que se ninguém fizer uma denúncia, o candidato segue na disputa tranqüilo e até permanece no mandato. 

Do Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário