domingo, 12 de janeiro de 2014

O presidente da OAB nacional busca apoio do coronel Sarney para o STF

Sarney e Marcos Vinícius

Presidente nacional da OAB tem recebido críticas sobre suposta ligação com o ex-presidente Sarney.

O jornalista Elio Gaspari, na coluna País, do jornal O Globo, insinua que o atual presidente da OAB, Marcus Vinícius Coêlho, tem espaço de ação reduzido diante da crise penitenciária no Maranhão. O motivo: ele buscaria o apoio do senador José Sarney (PMDB-AP) para concorrer a uma vaga no Supremo Tribunal Federal.

O presidente nacional da OAB tem recebido críticas sobre suposta ligação com o ex-presidente Sarney. A coluna Painel da Folha de São Paulo acusou o presidente de ter fechado os olhos para a crise e permanecido em silêncio por interesses particulares. Para quem não sabe, Marcus Vinícius, que é maranhense mas fez carreira na área do judiciário piauiense, conseguiu fazer os Sarneys voltarem ao Poder.

Em abril de 2009 o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a cassação do então governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), e de seu vice, Luís Carlos Porto, e determinou que o governo seja imediatamente assumido pela senadora Roseana Sarney (PMDB), segunda colocada na eleição de 2006. 

Marcus Vinícius foi elogiado por fazer a defesa oral e usar de argumentações suficientes para superar os adversários do clã Sarney. Desde então o atual presidente da OAB nacional carrega esse fardo. Muito embora tal argumentação já fosse esperada pelo comandante de dessa vengona nacional, o relator do preocesso então Ministro Eros Grau. (acrescentou-se).

Com informações de O Globo  e outros

0 comentários:

Postar um comentário