terça-feira, 13 de março de 2012

A presidente Dilma Rousseff reage a chantagens e peita Sarney e Renan

A presidente Dilma Rousseff, chantageada pelos eternos fisiológicos do PMDB, sob o comando dos senadores José Sarney e Renan Calheiros, cuja voracidade por cargos não tem limites, resolveu enfrentar o grupo.
Semana passada uma indicação sua, de Bernardo Figueiredo para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), foi rejeitada pelo Senado em mais uma manobra ardilosa de Sarney, Renan e o líder do governo na Casa, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), que é aliado da venenosa dupla. Se juntarmos à troika fisiológica o senador Jáder Barbalho e mais o vice-presidente Michel Temer, teremos ocrème de la crème do fisiologismo pátrio.

A resposta de Dilma veio rápida, trocou o líder do governo no Senado, substituindo Romero Jucá e indicando para o cargo o senador Eduardo Braga (PMDB-AM). Partiu para o confronto!

Dilma, ao contrário de seu “criador”, o ex-presidente Lula, não é chegada, por sua formação e gênio, a tolerar desafios à sua autoridade. Gosta do embate, ao contrário de Lula, chegado a uma acomodação, o que o levou a construir este monstro fisiológico chamado de “Base Aliada”.

Dilma, aos poucos, vem sangrando o monstro e se conseguir matá-lo, ou ao menos domá-lo, já terá prestado um serviço inestimável à Nação.

Siga em frente, presidente Dilma, empurre esta canalhada para o lugar que a História reserva para eles: o lixo!

Em tempo: O senador Romero Jucá (PMDB – RR) é unha e carne com Sarney e Renan Calheiros. Ele era o Líder do Governo, mas tramou a derrota da presidente Dilma na indicação de Bernardo Figueiredo para a diretoria geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Dilma decidiu trocá-lo justamente pelo maior adversário de Renan dentro do PMDB do Senado, Eduardo Braga (AM). Com isso, a presidente Dilma – corretamente – enfrenta o grupo de Sarney e de Renan e não aceita ficar refém das chantagens políticas deles. Mas podem se preparar que vão lhe dar o troco. É só esperar.

Do blog do John Cutrim

0 comentários:

Postar um comentário