terça-feira, 7 de julho de 2020

MORRE AOS 94 ANOS O CIDADÃO BURITIENSE ANTONIO VIANA


Morre em Buriti ANTONIO VIANA FILHO, o seu ANTONIO VIANA, como era conhecido por todos, contava com 94 anos de idade, por causa da idade avançada, tinha a saúde debilitada, andava com dificuldade, estava muito frágil, e ontem ao se alimentar teve as vias de deglutição obstruídas, situação que se agravou, vindo a passar mal, no que fora socorrido na Clínica de Atenção Básica de Buriti, onde veio a óbito por volta das 21:15, deste 06 de julho.

Como sua morte fora por outras causas e não pela covid - 19, coincidindo com o início da flexibilização dos procedimentos e recomendações das autoridades sanitárias de saúde relativos a pandemia, seu ANTONIO VIANA fora velado em sua residência junto aos familiares e amigos, foi sepultado às 16:30 de hoje, terça-feira, 07/07, no cemitério São José, principal campo santo da cidade.

ANTONIO VIANA era natural do Piauí, nasceu a 20 de outubro de 1926, mais precisamente na cidade de Pedro II, onde ficou órfão de pai aos 12 anos de idade, logo assumindo com sua mãe Izabel o sustento da família, no mesmo ofício de seu pai a agricultura, com parte dos irmãos criados, ANTONIO VIANA homem feito, contando com 22 anos resolve mudar de vida, tornara-se caixeiro-viajante, vendendo as famosas redes de dormir artesanal de Pedro II, ramo de negócio em que ganhou um bom dinheiro.

Nessas suas andanças ANTONIO VIANA atravessa o rio Parnaíba, parando em terras de Buriti de Inácia Vaz, onde conhece a mulher de sua vida, a D. Francisca Marques Viana, carinhosamente a D. Roxa, foi amor à primeira vista, apaixonaram-se e casaram-se em 1956. Com o casamento VIANA inicia outro ciclo da vida lavrando terra, primeiramente no povoado Estiva, depois ao se estabelecer em Buriti em 1972, passa a cultivar as terras do Buritizinho, atividade essa só interrompida aos 82 anos, quando as forças já não respondiam mais.

ANTONIO VIANA como vimos era um cidadão correto, muito trabalhador, bom caráter, um amigo, prestou relevantes serviços à comunidade buritiense, criou e educou seus filhos com muito esforço. Finalmente cumpriu com maestria a sua missão, amante da terra que escolheu para viver, era um buritiense de verdade, agora passa da vida transitória para a eterna, deixa esposa, muitos filhos, foram 13 ao todo, alguns em memória, 32 netos e 26 bisnetos.  

É com grande pesar, que o editor deste veículo de comunicação vem, por meio do presente, lamentar a morte do seu ANTONIO VIANA, e prestar a nossa solidariedade à família, amigos e a comunidade buritiense. Que Deus conforte os corações de seus familiares, e lhe receba de braços abertos no reino dos céus.  
Reginaldo Veríssimo
Reações:

Um comentário:

  1. Um exemplo de homem, pessoa q jamais vou esquecer. Seu legado vai continuar meu avô.

    ResponderExcluir